A História da Rede de Dormir

19 ago

A rede de dormir indígenaA rede de descanso ou rede de dormir é um utensílio doméstico de origem indígena, que era originalmente chamada de “hamaka” e feita com cipó e lianas.

Legado dos indígenas da América do Sul, teve grande importância na sociedade brasileira dos primeiros anos do descobrimento e durante toda a época colonial, quando era muito utilizada para dormir, enterrar os mortos no meio rural e como meio de transporte, onde os escravos carregavam os colonos em passeios pela cidade e até em viagens.

Com a vinda dos portugueses, as mulheres dos colonos adaptaram a técnica indígena às suas varandas, passando a fazer as redes em algodão (tecido mais compacto), enfeitadas com franjas.

Hoje em dia, as redes são fabricadas de diversas formas e materiais, desde as mais tradicionais de fio, tecidas em “batelão” (tear) mecânico ou elétrico, até as feitas a partir de tecido ou de materiais sintéticos como nylon e outros materiais. Na região nordeste do Brasil, a rede ainda é muito utilizada para dormir em substituição à cama, sendo também tradicionalmente utilizada para descanso em casas de praia (casas de veraneio).

Atualmente, uma das principais e mais tradicionais fábricas de redes do Brasil e do mundo é a Santa Lucia, com mais de 40 anos de fundação e sede em Fortaleza, Ceará.

Uma excelente opção para dormir e descansar

Segundo pesquisa do Jornal, O GLOBO, em 20/06/2011, quem dorme de rede adormece mais rápido e tem um sono mais profundo. Célia Corsino, museóloga do IPHAN, em documentário da TV Câmara, afirma que a rede já foi até mais utilizada que a cama em diversas comunidades de clima mais quente.

Diz-se que a melhor posição pra se dormir numa rede não é tipo “barquinho”, mas na transversal. O que você acha? Visite nossa loja on-line e descubra com uma de nossas redes!

Bom sono e bom descanso em sua Rede Santa Lucia!

Tags: , , ,

Nenhum comentário ainda.

Deixe uma resposta

css.php